GUIA DA MULHER

Cerca

Vai ai contenuti

Menu principale:


CONHECENDO OS CABELOS

BELEZA



Nossos cabelos são muito mais do que a moldura do rosto; eles também servem de protetor térmico para nosso couro cabeludo. Conhecer um pouco mais nossos cabelos vai nos ajudar a entender melhor como tratá-los, do mais necessitam e como os produtos atuam em sua estrutura.

Os cabelos são fibras naturais formadas por células mortas queratinizadas (somente na base encontramos células vivas).

Eles se formam dentro de uma estrutura localizada na derme que se chama folículo piloso. Na base desta estrutura, encontra-se o bulbo capilar (raiz do cabelo), onde fica a papila, responsável pela nutrição do bulbo. Lá estão as células germinativas, cuja reprodução dá origem à queratina, uma das principais proteínas que constitui o fio do cabelo.

Ligada ao folículo piloso, encontra-se as glândulas sebáceas que produzem o sebo, responsável pela lubrificação dos fios e do couro cabeludo.

Externamente, na superfície do couro cabeludo e recobrindo os fios, existe um manto protetor formado pela secreção das glândulas sebáceas e sudoríparas, e apresenta-se levemente ácida.

Cada folículo piloso produz somente um fio de cada vez. Normalmente o ser humano possui, em média, de 90.000 a 100.000 fios de cabelo.

A estrutura do fio de cabelo é constituída por três camadas:

1- MEDULA: É o centro do fio do cabelo, chamamos de espinha dorsal do fio. Em cabelos danificados ou traumatizados por produtos químicos, a medula pode apresentar-se quebrada ou até ausente.

2- CÓRTEX: é a segunda camada camada do fio e é onde se encontra o pigmento natural (melanina) que, por sua vez, processa a coloração.

3- CUTÍCULA: É a camada externa do fio. É composta por infinitas escamas sobrepostas, semelhante a de um telhado. É nela que encontramos a queratina, importante na elasticidade dos fios. A cutícula forma uma barreira à penetração de agentes químicos para o interior do fio. Sua deteriorização pode ser causada por vários fatores, agentes mecânicos (escovar, pentear, secar), meios químicos (xampus não equilibrados, colorações, permanentes, descolorações, alisamentos) ou agentes externos (água do mar e da piscina, vento e sol).

Quanto à sua estrutura, os fios podem ser conhecidos:

- Pelo seu diâmetro: finos, médios ou grossos.

- Pelo seu volume: espessos ou ralos

- Pela sua estrutura: lisa ou cilíndrica, ou seja, ondulada ou crespa, e, neste caso, chamamos de cabelos prismáticos.


Conhecer um pouquinho mais nossos cabelos nos ajudará no diagnóstico
dos fios, seja para um tratamento ou para a aplicação de algum agente químico.

VOLTAR
IMPRIMIR


fonte:www.cabeloslindos.com.br


HOME | BELEZA | MODA | COMPORTAMENTO | SENSUALIDADE | HOMENS | CASA E DECORAÇÃO | RELACIONAMENTO | ALIMENTEÇÃO | PARCEIROS | FALE CONOSCO | Mappa del sito


Torna ai contenuti | Torna al menu