GUIA DA MULHER

Cerca

Vai ai contenuti

Menu principale:


POR QUE AS MULHERES AMAM CHOCOLATE'

ALIMENTEÇÃO



A tese já está comprovada: mulheres são loucas por chocolate. Ao leite, branco, crocante, amargo, maio-amargo, com avelã, trufado, com morango, enfim, não importa o tipo, o fato é que amamos o chocolate! Por isso que a Páscoa é tão bem-vinda. O coelhinho que nos perdoe, mas a estrela da Páscoa é mesmo o chocolate!

Muito bem, mas então poderíamos ficar o ano inteiro sem comer um bombonzinho e só desfrutar dessa delícia na época da Páscoa? Óbvio que não. Mulheres querem chocolate quando brigam com o namorado, quando discutem com os pais, quando estão na TPM, quando estão com problemas profissionais, quando querem ser mais felizes, quando querem que o tempo passe mais rápido, quando estão morrendo de ansiedade pra aquela festa, enfim, queremos chocolate na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, até que a morte nos separe.

A grande questão é: Por que as mulheres amam chocolate? “A serotonina é um neurotransmissor capaz de regular o sono, o humor e até o padrão alimentar.Os homens congeuem sintetizar a serotonina mais rapidamente do que as mulheres e são capazes de armazenar o dobro, por isso se controlam antes de atacar um chocolate. Já as mulheres, principalmente na TPM, têm queda na taxa de estrogênio e a elevação dos níveis de progesterona está associada também, a diminuição da serotonina (o chamado hormônio da felicidade). Como não há nenhum alimento capaz de aumentar mais a serotonina do que chocolates e doces, fica claro o porquê das mulheres precisarem de um chocolatinho de vez em quando”, explica Alessandra Rascovski, endocrinologista especializada em TPM.

Por isso é que quando vamos a restaurantes por quilo, quase sempre há aquela fila básica de mulheres na sessão de sobremesas. Parece até liquidação de vestido. E agora com a tendência da moda, tudo se complica ainda mais. Roupas nas cores de chocolate, maquiagens que têm os tons, a textura e até o cheiro de chocolate, escova de chocolate para as madeixas, esmalte que tem aquele brilho de chocolate, shampoos com cacau e ativos do chocolate. Enfim, é tudo chocolate.

“O chocolate nos dá a mesma sensação de estarmos apaixonadas. Quando estamos deprimidas e ingerimos o chocolate, ele nos proporciona paz, calma e equilibra novamente a nossa serotonina, atenuando a depressão e a ansiedade feminina. Fora que também é uma fonte de prazer rápida. Só de nos presentearmos já é um carinho que nos oferecemos”, afirma a nutróloga Daniela Hueb, que diz que a explicação pela obsessão feminina pelo chocolate está na oscilação constante de seu ciclo hormonal.

Esse quase Don Juan, além de nos deixar com aquela sensação de bem estar constante, traz benefícios a nossa saúde. Interessou? Então olha só. Ele previne depressão, anemias carenciais, melhora o colesterol bom (HDL), é responsável pela formação de alguns hormônios benéficos, fortalece a resistência imunológica e melhora cabelos e unhas. “Nutricionalmente falando o melhor tipo de chocolate é o meio amargo. Ele é mais rico em cacau do que as outras versões, contém vitaminas do complexo B, polifenóis que são anti-envelhecedores e fortalecem a imunidade. O cacau também previne anemia e auxilia na prevenção da depressão”, afirma Daniela.

Mas como ninguém é perfeito, nem mesmo Don Juan, o chocolate também tem seus defeitinhos. Vejamos. “Em excesso, pode ser um dos fatores causadores da obesidade, e como conseqüências, excesso de gordura corporal, triglicérides e colesterol elevado, pressão arterial elevada e até diabetes. É contra-indicado para enxaquecas e auxilia na formação de cáries e gastrite”, explica a nutróloga Daniela Hueb.

A boa notícia é que é possível comer chocolate todo dia. Não, não estamos brincando. Segundo Daniela Hueb, isso é possível desde que a pessoa diminua o carboidrato em outra refeição, como no jantar, por exemplo. “A quantidade seria um bombom Alpino ou um bombom Sonho de Valsa”, afirma Daniela.

Todavia, é Páscoa! Ninguém normal vai comer só um bombom. Então como fazer para não comer demais e nem se arrepender por não ter comido um pedacinho daquele ovo de Páscoa? “Se você está priorizando dieta de restrição calórica, 50g de chocolate convém ser consumido diariamente (o equivalente a uma barra de suflair, ou seja, 250 calorias aproximadamente). Agora, se está priorizando dieta de restrição de carboidrato, 10g são o suficiente (o equivalente a um bombom alpino ou um sonho de valsa, aproximadamente). Dar preferência ás versões light. As versões diet são isentas de açúcar, porém com muito mais gordura, sendo assim mais calóricos. Estes são indicados apenas para diabéticos”, explica Daniela. A tabelinha pode ajudar.

Calorias (em 100 gramas) :
- Chocolate crocante: 553 calorias
- Chocolate branco: 550 calorias
- Chocolate ao leite: 540 calorias
- Chocolate amargo: 537 calorias

Dicas para eliminar calorias (equivalente a 100 gramas):
-Caminhada: 89 minutos a 5 km/h
-Corrida: 57 minutos a 5km/h
-Nadando: 60 minutos em velocidade média
-Hidroginástica: 48 minutos em intensidade média.

Agora que você entendeu as origens desse seu amor nada platônico pelo chocolate, abra seu coração nessa Páscoa e diga: sim, eu aceito. E que sejam felizes para sempre!



HOME | BELEZA | MODA | COMPORTAMENTO | SENSUALIDADE | HOMENS | CASA E DECORAÇÃO | RELACIONAMENTO | ALIMENTEÇÃO | PARCEIROS | FALE CONOSCO | Mappa del sito


Torna ai contenuti | Torna al menu